Aparelhos auditivos no retardo do declínio cognitivo

24/05/2024

Aparelhos auditivos no retardo do declínio cognitivo

Pacientes com fatores de risco para demência, como diabetes e hipertensão, apresentaram redução de 48% no ritmo do declínio cognitivo após três anos usando aparelho auditivo, segundo resultados de um estudo randomizado inédito.

A referência são os estudos ACHIEVE que levantam conexões e evidências de que o controle da perda auditiva pode ser uma medida de saúde pública global extremamente importante para prevenir a demência. Entre os autores do estudo, Dr. Frank Lin, da Johns Hopkins University School of Medicine e à Bloomberg School of Public Health, nos Estados Unidos. 
O tratamento da perda auditiva é considerada uma ferramenta poderosa para, possivelmente, retardar o diagnóstico de demência em longo prazo. Embora cada caso deva ser avaliado de forma individualizada. 

PERDA AUDITIVA
A perda auditiva relacionada à idade é extremamente comum, afetando dois terços dos adultos com mais de 60 anos. O uso de aparelhos auditivos e assistência audiológica fazem parte do tratamento. 

 

Link para matéria completa:

https://portugues.medscape.com/verartigo/6509875?form=fpf


 

 

Entre em contato

Nos contate diretamente pelo WhatsApp

Clique para ser redirecionado
Whatsapp

Nos contate diretamente pelo WhatsApp

Clique para ser redirecionado

Ou, preencha o formulário abaixo pra que entremos em contato com você:

Termos de uso

Fique tranquilo! Logo te retornaremos :)